Com 1 milhão de livros vendidos e mais de 1,6 milhão de espectadores em suas palestras, o Juiz William Douglas desenvolveu a fórmula para falar de qualquer tipo de superação: de passar em concurso público a correr a Maratona de Nova York.

O juiz titular da 4ª Vara Federal de Niterói, William Douglas, apresenta um conteúdo variado e mescla experiências pessoais, temas bíblicos e estratégias de superação de obstáculos. Funciona? “Ele costuma ser aplaudido de pé”, diz Edilson Lopes, dono de uma das maiores promotoras de eventos corporativos do país, que já o convidou para falar em empresas como Petrobras, GlaxoSmithKline e Saraiva.

De magistrado, William se tornou um fenômeno no universo dos livros de autoajuda e das palestras motivacionais. Também virou um negócio. Está prestes a lançar um curso online e já trabalha em um novo livro. Como ele chegou lá?

Foi o livro Como Passar em Provas e Concursos, de 1998, que projetou William à fama entre autores de autoajuda. A ideia de escrever orientações para candidatos a funcionário público é um mix de espírito cristão com faro capitalista. “Quando passei no concurso, muita gente veio me pedir dicas. Escrevi o livro porque queria ajudar essas pessoas”, diz o Juiz William Douglas.

Na época em que o livro era apenas um projeto, nenhuma editora se interessou. O Juiz William Douglas criou a própria, a Impetus, que até hoje publica seus livros e de outros autores nas áreas de direito e concursos. Na 29a edição e com mais de 200 000 exemplares vendidos, Como Passar… é o livro sobre concursos mais vendido na história do Brasil.

Mais que fama, Como Passar… rendeu a William uma metodologia para produzir livros de sucesso. Ele percebeu isso quando a obra começou a vender bem e apareceram os primeiros convites para falar em público. Como se achava péssimo orador, o juiz começou a praticar loucamente. “Passei a pedir a palavra até em festa de aniversário de criança”, diz William.

Ele vai estar no dia 25 de março na Primeira Igreja Batista no Bairro da Luz em Nova Iguaçu, às 19hrs.

Com o tema “Derrubando Gigantes”.

A entrada é franca.